Percepção de melhora no país em relação ao ano anterior cai no NordesteCom mais de 4 mil vagas, concurso CAIXA 2024 abre inscriçõesFPM: municípios da Paraíba receberão, nesta quinta-feira (29), mais de R$ 106 milhõesSecretaria de Saúde vai realizar manutenção em aparelhos para retomar teste da orelhinha no ISEAProibição de usar banheiro de outro sexo nas escolas avança no SenadoEPIDEMIA: Paraíba registra terceira morte por dengue e chikungunhaLéa Toscano deixa PSDB“Manifestação em São Paulo foi a celebração da democracia e da liberdade”, senador Rogério MarinhoFederação Israelita registra aumento de 263% de denúncias de antissemitismo em escolas após ataques LulaMarço começa com mais uma edição do Tarifa Zero em Campina GrandeRede de Educação de Campina Grande inicia nesta quarta-feira aplicação do Sistema de Avaliação de AprendizagemCentro de Zoonoses amplia horário de atendimento para as consultas clínicas veterináriasPrefeitura de Campina Grande inaugura, nesta terça-feira, a nova Policlínica da Bela VistaNordeste: a ‘mina’ da energia solarLula III: Brasil registra 920 mil casos de dengue e 184 mortes, nos dois primeiros meses de 2024.Ato na Avenida Paulista, Bolsonaro reúne mais de um milhão de pessoas.Bolsonaro seria obrigado a comparecer em interrogatório? Veja o que dizem advogados criminalistasCasos de Covid-19 e mortes decorrentes da doença registram aumento no BrasilBNDES aprova R$ 88,5 milhões para expansão da internet de banda larga na PB e no RNPEC dá ao Congresso poder de sustar atos normativos do Judiciário

SINAIS DAS PARABÓLICAS: Entenda por que é hora de substituir a sua antena

SINAIS DAS PARABÓLICAS: Entenda por que é hora de substituir a sua antena

As queixas dos usuários de parabólicas tradicionais sobre o surgimento de chiados e perda de sinal de alguns canais estão se tornando cada vez mais recorrentes. E a reclamação tem fundamento: nas cidades onde a internet 5G já foi ativada, as interferências serão mais comuns, uma vez que a nova tecnologia opera na mesma faixa de frequência da parabólica tradicional, a Banda C. Para não ficar sem assistir à TV, a recomendação é substituir o aparelho antigo pelo novo modelo digital, que atua na Banda Ku.

A manicure Severina Antônia Barbosa, de 54 anos, moradora de Rio Tinto – a 60 km de João Pessoa -, é uma das pessoas que sofriam com a falta de sinal e ruído atrapalhando o som da televisão, até que substituiu a sua parabólica. “Não dava nem vontade de ligar a TV, não vou mentir. Hoje gosto de ver novelas”, diz ela.

Leandro Guerra, presidente da Siga Antenado, entidade responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV, explica que mesmo que o 5G ainda não tenha sido ativado na sua região, ou que as interferências ainda não tenham surgido, vale a pena fazer a substituição do equipamento o quanto antes. “A nova parabólica digital tem muitas vantagens em relação à antiga, entre elas, melhoria da qualidade de som e imagem, e maior oferta de canais. A família só colhe benefícios ao realizar a troca.”

Famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal e que tenham a antena parabólica tradicional em pleno funcionamento têm direito à instalação gratuita do novo equipamento, realizada pela Siga Antenado. Para agendar, basta acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar para 0800 729 2404.

Novos canais

A perda de canais, em muitos casos, também ocorre porque a emissora de TV já migrou o seu sinal para a Banda Ku, processo que, nos próximos meses, deverá ser ainda mais acelerado, já que o sinal da parabólica tradicional será desligado em breve.

Até o momento, mais de 80 canais estão operando na nova frequência (Banda Ku), mas a expectativa é que, nos próximos meses, o número aumente, garantindo mais informação e entretenimento para os usuários.

Entre as novidades, dezenas de emissoras de TV e estações de rádio deixam a programação mais diversificada, com informação, entretenimento, desenhos, filmes, séries e programas religiosos. Além disso, várias regiões ganharam programação local, que deve ficar ainda mais robusta com o passar dos meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.