Exército arquiva denuncia contra o General de Divisão Eduardo Pazuello.

O Exército Brasileiro informou nesta quinta-feira (3/6) que decidiu não punir o general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pela participação em um evento público com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Rio de Janeiro, no dia 23 de maio.

“Acerca da participação do General de Divisão Eduardo Pazuello em evento realizado na Cidade do Rio de Janeiro, no dia 23 de maio de 2021, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que o Comandante do Exército analisou e acolheu os argumentos apresentados por escrito e sustentados oralmente pelo referido oficial-general. Desta forma, não restou caracterizada a prática de transgressão disciplinar por parte do General Pazuello. Em consequência, arquivou-se o procedimento administrativo que havia sido instaurado”, diz a nota assinada pelo Centro de Comunicação Social do Exército.

A participação de Pazuello gerou críticas dos partidos de esquerda que até a presente data não conseguiram “degustar” a vitória do presidente Bolsonaro.

Nas redes sociais o PSDB e PT resmungaram contra a participação do general em um ato público que contou a participação da maior autoridade do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *