Sapé é selecionada pelo Governo Bolsonaro para receber o “Programa Viver Bem”

A Prefeitura de Sapé foi selecionada para implantar o programa ‘Viver Bem’, do Governo Federal. A iniciativa foca em atividades voltadas para um envelhecimento saudável e tem ações nas áreas de tecnologia, educação, saúde e mobilidade física. A adesão contou com o auxílio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Humano, através do gerente regional da 1ª região, Alexandre Kennedy, e no município será coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

O projeto, que está na fase inicial de implantação em Sapé – uma vez que o município cumpriu os critérios para ser contemplado e se tornou elegível – aguarda agora a Secretaria Nacional da Pessoa Idosa para prosseguir no lançamento.

Com o convênio, serão fornecidos equipamentos de última geração para que idosos tenham acesso à tecnologia. As ferramentas serão encaminhadas para o serviço de convivência e o fortalecimento de vínculos. O programa prevê ainda capacitações que ajudem a convivência familiar e comunitária, educação financeira e informação sobre assuntos relacionados ao processo de envelhecimento saudável e os cuidados necessários.

Secretária de Desenvolvimento Social de Sapé, Denise Ribeiro comemorou a adesão e ressalta o impacto que o projeto pode ter na população idosa de Sapé. “Muitas vezes a pessoa na terceira idade tem dificuldade de ter uma vida com qualidade e nosso objetivo é fornecer meios para isso, através da informação, conhecimento, aprendizagem, de modo que seja uma etapa ativa. O idoso deve ter relações sociais e precisa ser considerado como uma pessoa relevante em sua comunidade, porque de fato, ele é”, pontuou.

Programa Viver Bem – O programa faz parte da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI) e integra o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Seu foco é inserir a Pessoa Idosa no contexto atual da ampliação das habilidades necessárias à qualidade de vida para um Envelhecimento Ativo e Saudável. Dessa forma, o projeto tenta minimizar a lacuna existente entre as pessoas idosas e a vida moderna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *