Percepção de melhora no país em relação ao ano anterior cai no NordesteCom mais de 4 mil vagas, concurso CAIXA 2024 abre inscriçõesFPM: municípios da Paraíba receberão, nesta quinta-feira (29), mais de R$ 106 milhõesSecretaria de Saúde vai realizar manutenção em aparelhos para retomar teste da orelhinha no ISEAProibição de usar banheiro de outro sexo nas escolas avança no SenadoEPIDEMIA: Paraíba registra terceira morte por dengue e chikungunhaLéa Toscano deixa PSDB“Manifestação em São Paulo foi a celebração da democracia e da liberdade”, senador Rogério MarinhoFederação Israelita registra aumento de 263% de denúncias de antissemitismo em escolas após ataques LulaMarço começa com mais uma edição do Tarifa Zero em Campina GrandeRede de Educação de Campina Grande inicia nesta quarta-feira aplicação do Sistema de Avaliação de AprendizagemCentro de Zoonoses amplia horário de atendimento para as consultas clínicas veterináriasPrefeitura de Campina Grande inaugura, nesta terça-feira, a nova Policlínica da Bela VistaNordeste: a ‘mina’ da energia solarLula III: Brasil registra 920 mil casos de dengue e 184 mortes, nos dois primeiros meses de 2024.Ato na Avenida Paulista, Bolsonaro reúne mais de um milhão de pessoas.Bolsonaro seria obrigado a comparecer em interrogatório? Veja o que dizem advogados criminalistasCasos de Covid-19 e mortes decorrentes da doença registram aumento no BrasilBNDES aprova R$ 88,5 milhões para expansão da internet de banda larga na PB e no RNPEC dá ao Congresso poder de sustar atos normativos do Judiciário

Justiça pune prefeito de Araruna por uso ilegal das redes oficiais da prefeitura para fins eleitoreiros e imputa multa

Justiça pune prefeito de Araruna por uso ilegal das redes oficiais da prefeitura para fins eleitoreiros e imputa multa

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), por meio do juiz eleitoral Philippe Guimarães Padilha Vilar, concedeu liminar na representação proposta por membros de uma sigla partidária, em desfavor do prefeito da cidade de Araruna Vital da Costa e Availdo Luis de Alcantara Azevedo em razão de suposta propaganda eleitoral extemporânea em perfil institucional da prefeitura na rede social Instagram.

Nesta decisão, o juiz narra a exordial que a página da prefeitura no Instagram vem sendo utilizada para “repostagens” de cunho eleitoreiro, fazendo referência expressa ao número do partido ao qual o prefeito é filiado.

“Colacionou ao processo capturas de tela e vídeos para comprovar o alegado. Ao fim, requereu concessão de medida liminar a fim de determinar a imediata retirada das postagens, bem como a proibição da divulgação de propagandas político-partidárias nos meios oficiais de divulgação da Prefeitura de Araruna/PB sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (um mil reais) por dia em que a postagem estiver disponibilizada. Este é o relatório. Fundamento e decido”, revela o magistrado em trecho da sua decisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.