Falta de insulina é responsabilidade do Estado, esclarece Secretaria Municipal de Saúde

A Secretaria de Saúde de Campina Grande vem sofrendo há meses com o desabastecimento de vários tipos de insulina. A pasta esclareceu, por meio de nota, que a responsabilidade pela distribuição das insulinas é da Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com a gestão municipal, o Ministério da Saúde envia o recurso para a compra dos insumos diretamente para a Secretaria Estadual, que realiza a compra e distribui com os municípios.

Desde o início do ano passado, a Terceira Gerência Regional de Saúde tem atrasado a entrega das insulinas em caneta, frasco ampola, regular e nph. O órgão justifica que o atraso acontece em virtude da dificuldade de compra de insumos na pandemia. Em função disso, alguns tipos de insulina não estão sendo ofertados nas Unidades Básicas de Saúde de Campina Grande, principalmente a insulina em frasco ampola.

A Secretaria de Saúde de Campina Grande esclareceu ainda que não pode realizar compra direta destes medicamentos, uma vez que já existe esse fluxo definido de abastecimento através da Secretaria Estadual de Saúde.

Por outro lado, o município já realizou a compra das fitas de glicemia, usadas para verificar o nível glicêmico no sangue dos pacientes. As tiras estão sendo dispensadas regularmente na farmácia da Secretaria de Saúde Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *