Empreendedores refugiados contam como construíram negócios no Brasil

Se empreender pode parecer difícil, imagine fazer isso após chegar a outro país. “Quando comecei foi por acaso. Comecei a cozinhar refeições na feira porque não arrumei emprego como engenheiro”, conta o hoje chef Anas Rjab, que mora há seis anos no Brasil, nasceu na Síria, mas morava na Líbia quando se viu obrigado a emigrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *