Bruno pede apoio à bancada federal na liberação de verbas e apela para que João Azevedo inclua Campina no mapa administrativo.

Diante da permanente escassez de recursos financeiros para a realização de ações em favor da população campinense, o prefeito Bruno Cunha Lima informou que está realizando contatos junto à bancada federal paraibana, objetivando a conquista de mais recursos em favor de uma série de obras, citando como exemplo o Canal de Bodocongó e a reforma da Feira Central.

Bruno explicou que a mobilização é fundamental, levando-se em conta a crise econômica e sanitária que o país enfrenta, exigindo dos governos municipais o investimento dos seus escassos recursos, sobretudo no campo da saúde.

Além disso, lembrou que, historicamente, na divisão das receitas, os municípios ficam com apenas 5% dos valores arrecadados, levando-os a um estado de permanente carência de recursos, para a concretização das obras almejadas pela população.

Diante desta situação, o prefeito está buscando o apoio da bancada paraibana no sentido de acelerar a liberação dos recursos já contemplados em emendas parlamentares, como também tem intensificado contatos administrativos com a própria Presidência da República.

O prefeito disse ainda que espera que o governador João Azevedo, reintegre a cidade de Campina Grande ao mapa político e administrativo da Paraíba. A Rainha da Borborema tem sido descriminada e excluída das principais ações administrativas do governo João Azevedo, assim como foi nos oito anos do governo Ricardo Coutinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *