Percepção de melhora no país em relação ao ano anterior cai no NordesteCom mais de 4 mil vagas, concurso CAIXA 2024 abre inscriçõesFPM: municípios da Paraíba receberão, nesta quinta-feira (29), mais de R$ 106 milhõesSecretaria de Saúde vai realizar manutenção em aparelhos para retomar teste da orelhinha no ISEAProibição de usar banheiro de outro sexo nas escolas avança no SenadoEPIDEMIA: Paraíba registra terceira morte por dengue e chikungunhaLéa Toscano deixa PSDB“Manifestação em São Paulo foi a celebração da democracia e da liberdade”, senador Rogério MarinhoFederação Israelita registra aumento de 263% de denúncias de antissemitismo em escolas após ataques LulaMarço começa com mais uma edição do Tarifa Zero em Campina GrandeRede de Educação de Campina Grande inicia nesta quarta-feira aplicação do Sistema de Avaliação de AprendizagemCentro de Zoonoses amplia horário de atendimento para as consultas clínicas veterináriasPrefeitura de Campina Grande inaugura, nesta terça-feira, a nova Policlínica da Bela VistaNordeste: a ‘mina’ da energia solarLula III: Brasil registra 920 mil casos de dengue e 184 mortes, nos dois primeiros meses de 2024.Ato na Avenida Paulista, Bolsonaro reúne mais de um milhão de pessoas.Bolsonaro seria obrigado a comparecer em interrogatório? Veja o que dizem advogados criminalistasCasos de Covid-19 e mortes decorrentes da doença registram aumento no BrasilBNDES aprova R$ 88,5 milhões para expansão da internet de banda larga na PB e no RNPEC dá ao Congresso poder de sustar atos normativos do Judiciário

Audiolivros: um convite a uma nova experiência imersiva

Audiolivros: um convite a uma nova experiência imersiva

Por Richard Kenj

Em um cenário em que a tecnologia está cada vez mais presente e tem como missão proporcionar novos caminhos aos consumidores, é viável pensar na modernização de diversas atividades. A forma como as pessoas leem é uma delas. Antes, tínhamos ao nosso alcance apenas os livros físicos, mas agora podemos contar com outros recursos como, por exemplo, e-books, apps e até mesmo os audiolivros, que têm conquistado o público por trazer um novo olhar sobre a narrativa das histórias. Essa simbiose entre a leitura e a tecnologia auditiva transformou a experiência, proporcionando uma alternativa única e acessível para os amantes de livros.

Apesar de os audiolivros passarem por uma ascensão no meio digital, eles representam apenas 2% das 10 milhões de unidades de e-books vendidas no ano passado, segundo estudo de 2022 do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e da Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Mas, justamente por ser ainda um mercado a ser desbravado, os audiolivros têm se tornado uma aposta para as grandes empresas de varejo e editoras. No caso do primeiro setor, é possível prolongar a atuação e tempo com usuário por meio de acessórios, como fones de ouvido, por exemplo. Já as editoras conseguem trazer entretenimento que pode ser consumido em um deslocamento ou durante outras atividades diárias. No final, o objetivo é o mesmo: manter as pessoas conectadas com seu produto.

O alto consumo de podcasts no Brasil também têm sido o termômetro para cada vez mais empresas apostarem em itens similares, como os audiolivros. Segundo pesquisa DataReportal 2023, o Brasil é o país que mais consome conteúdo de podcasts no mundo, com 42,9% de usuários de internet, com idade entre 16 e 64 anos. Com conteúdo dinâmico, diversificado e capaz de ser consumido a qualquer momento e em diferentes situações do dia a dia, esse tipo de comunicação ultrapassou a barreira dos tradicionais meios de massa.

Não à toa, em uma rápida passagem pelos trens, metrôs ou ônibus, é possível ver jovens e adultos imersos em seus fones ouvindo escutando podcasts. Elo entre o conteúdo e o usuário, os acessórios proporcionam uma experiência íntima e concentrada. Além de criar uma atmosfera de imersão, os acessórios isolam os clientes do ambiente externo, permitindo que mergulhem profundamente nas histórias narradas. A qualidade do som, combinada com a capacidade de se concentrar nos detalhes da narrativa, traz ao consumidor um novo hábito, tornando-o mais pessoal e envolvente.

Sendo assim, a união da mobilidade, intimidade e acessibilidade transformou a leitura em uma experiência mais inclusiva e adaptável para qualquer pessoa por meio do áudio. E essa prática promete ser ainda mais revolucionária, afinal, à medida em que a tecnologia evolui, a relação entre audiolivros, fones de ouvido e vivências virtuais tende a levar o cliente a um novo patamar, criando mundos literários ainda mais imersivos.

*Richard Kenj é diretor comercial da Lity.

Sobre a Lity

A Lity é uma marca de eletrônicos e acessórios compatíveis com dispositivos de última geração. Com o propósito de oferecer produtos de alta qualidade a preços acessíveis, trabalha para viabilizar soluções que também ajudem otimizar experiências no dia a dia de seus clientes.

Em sua linha de produtos atual, a Lity apresenta diferentes modelos de carregadores, cabos de dados e carregamento, bateria portátil, headphones e fones de ouvido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.